Pregoeira com contrato ilegal em Almeirim deve ser afastada do cargo pela prefeita
Almeirim: contratação ilegal da pregoeira Gilmara Varjão. Foto: Reprodução

A prefeita de Almeirim (PA), Lúcia do Líder (MDB), deve exonerar oficialmente nos próximos dias a pregoeira Gilmara Dias Varjão, nomeada para o cargo em abril deste ano, conforme o decreto nº 200/2021 – leia-o a íntegra no final desta matéria.

A contratação ilegal de Gilmara Varjão, residente em Oriximiná, foi revelada pelo BJ (Blog do Jeso) há cerca de 10 dias. Ela também foi contratada, como pessoa física, para exercer a mesma função, pela Câmara de Vereadores de Óbidos, gestão de Jalico Aquino (PL).

— LEIA AINDA: Com orçamento 80% maior que a Câmara, Prefeitura de Óbidos paga R$ 4 mil para pregoeiro.

 

Em Almeirim, Gilmara recebe R$ 10 mil/mês. Óbidos, com orçamento de R$ 3,9 milhões, paga-lhe muito mais: R$ 13 mil. O orçamento da Prefeitura de Almeirim para 2021 é de quase R$ 144 milhões.

O substituto da pregoeira já se encontra em Almeirim, acertando detalhes para, fechado o contrato, assumir o cargo.

Decreto de nomeação da pregoeira

Decreto de nomeação de preg… by Blog do Jeso


Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Pregoeira com contrato ilegal em Almeirim deve ser afastada do cargo pela prefeita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Maria disse:

    Essa prefeita deve ter um jurídico capacitado, sqn.
    Brincam com o dinheiro público como se fosse uma poupança particular, no achismo de que tudo está perfeitamente armado, apenas esquecem que os Tribunais estão de olho.