Balanço das urnas: 6 notas sobre o resultado das eleições em Monte Alegre

Bem expressiva a abstenção neste ano em Monte Alegre. Chegou a 22,31% do eleitorado apto a votar, o equivalente a 10.660 votos. Dos 7 candidatos a prefeito, só 2 conseguiram mais de 10 mil votos: Matheus Almeida (MDB), eleito prefeito com 11.106 votos (31,04%), e Anselmo Picanço (PSDB), que amealhou 10.988 votos (30,71%).

Vereador mais votado neste ano (1.682 votos), o reeleito Jorge Luís Tavares, o Jorginno da Z-11 (MDB), teve 186 votos a mais que o mais votado em 2016, Alex Costa, o Cupuzinho, que obteve à época 1.562 votos. Cupuzinho, agora no MDB, foi reeleito com apenas 878 votos – queda de 43,7% em 4 anos.

 

As duas maiores forças políticas que emergiram das urnas neste ano em Monte Alegre foram o MDB, que elegeu 5 vereadores, e o PSD, que elegeu 4. O primeiro somou, no total, 10.050 votos, enquanto que o segundo, 8.114. O PL, com 3.858 votos e 2 vereadores eleitos, tornou-se a 3ª força política.

O pior desempenho entre os partidos na eleição deste ano foi o do PT, que obteve tão somente 527 votos – menos de 1,5% do total de votos computados nas urnas em Monte Alegre. Na penúltima colocação ficou o Republicanos (731 votos).

Caiu o número de mulheres eleitas para a Câmara de Monte Alegre neste ano. Só duas conseguiram vaga desta vez – contra 3 em 2016. Fatinha do Carrão (PSD) foi a mais votada (1.682), a 2ª no ranking geral entre os eleitos. Marinete (MDB) foi reeleita com 1.061 votos. No total, 51 mulheres participaram da eleição deste ano – 32,7% do total de candidatos.

 

Dos 12 vereadores candidatos à reeleição, só 6 (50%) conseguiram emplacar um novo mandato. No total, 140 candidatos disputaram as 15 vagas disponíveis na Câmara. O menos votado entre os eleitos foi Wilson Lopes (PSC), que obteve 624 votos – menos que Lúcia Braga (784 votos), do PL; Madson Ferreira (777 votos), PL, e Cleuda Santos (668 votos), do MDB – todos fora da lista dos eleitos.

LEIA também: Balanço das urnas: 6 notas sobre o resultado das eleições em Alenquer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *