Publicado em por em Contas Públicas, Óbidos

A autorização de pagamento de diárias é competência exclusiva do presidente da Casa

Diárias pagas pela Câmara de Óbidos disparam em 2021; aumento de quase 400%
Jalico Aquino (PL): disparada nos gastos com diárias desde que assumiu a Câmara. Foto: CMO

As diárias pagas pela Câmara de Vereadores de Óbidos (PA) a seus servidores tiveram aumento explosivo em 2021 se comparado com o mesmo período em 2020. As despesas da Casa, sob a presidência de Jalico Aquino (PL), tiveram salto de quase 400%.

— LEIA: Tesoureira da Câmara de Óbidos deixa o cargo; dossiê sobre a Casa no TCM.

Os dados, disponíveis no Portal Transparência da CMO, foram levantados pelo JC. Em 2020, o vereador Rylder Afonso (PSD) é quem comandava o Poder Legislativo obidense.

No ano passado, a Câmara gastou só com pagamentos de diárias, principalmente para os vereadores, R$ 58.500,00 – salto de 396,11% em relação a 2020, quando esse tipo de despesa alcançou o patamar de R$ 11.590,00.

A autorização de pagamento de diárias é competência exclusiva do presidente, conforme estabelece o Regimento Interno da Casa. É quem ocupa o cargo, portanto, que decide quem as “merece” – ou não. No top 5 dos que mais ganharam diárias no ano passado estão os vereadores:

  1. 1º) Rubinho Souza (PL) = R$ 7.500,00
  2. 2º) Mário do Mingote (MDB) = R$ 6.000,00
  3. 3º) Jalico Aquino (PL) = R$ 5.000,00
  4. 4º) Nael Vasconcelos (Podemos) = R$ 5.000,00
  5. Carlinhos Guimarães (MDB) = R$ 5.000,00
  6. Agostinho do Curumu (MDB) = R$ 5.000,00
  7. Erneisson Aquino (PSC) = R$ 5.000,00

Logo depois assumiu a presidência da Câmara em janeiro de 2021, Jalico Aquino fixou em R$ 1 mil o valor da diária, independente do destino do parlamentar. O mandato dele encerra em dezembro deste ano.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.