-1
TCM revela: Faro e Óbidos não agem com transparência nos gastos com Covid-19
Chico Alfaia e Jade Abreu: prefeitos com que não zelam pela transparência, segundo o TCM. Foto: Montagem BJ

O TCM do Pará (Tribunal de Contas dos Municípios do Pará) divulgou um ranking acerca do monitoramento e da fiscalização dos portais da transparência pública das prefeituras paraenses, que informam sobre as contratações, despesas e demais procedimentos administrativos relacionados ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Nele consta que Faro e Óbidos estão entre os municípios da região oeste do Pará que apresentam falta de transparência nos gastos com a pandemia.

Com pouco mais de 7 mil habitantes, o município de Faro, comandado pela prefeita Jade Abreu (MDB), alcançou apenas 54% no percentual de atendimento das exigências o que garantiu a classificação como “regular”.

 

Em Óbidos, com pouco mais de 50 mil habitantes, a situação é pior. O município comandado pelo prefeito Chico Alfaia (PL) alcançou um resultado de apenas 46%. O índice assegurou a classificação como “ruim” perante as exigências do TCM.

A revelação do TCM leva em conta a análise dos portais da transparência dos municípios do Pará que ocorreu entre 22 de junho e 10 de julho deste ano, com base em instruções normativas que definem os critérios de alimentação e fiscalização dos portais municipais.

Durante o período citado, foram observados se a prefeitura possui site próprio ou, temporariamente, link ou banner sobre o tema covid-19, além da facilidade de acesso, a publicitação das licitações para as compras efetuadas com base na Lei nº 13.979/2020 e espaço no site para pedido de informação à prefeitura por qualquer cidadão.

LEIA também: Covid-19: portais de Óbidos e Santarém são ruins, diz TCM; veja o ranking do PA

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: TCM revela: Faro e Óbidos não agem com transparência nos gastos com a covid-19

  • Jeso, como cidadão obidense, posso lhe garantir que se esse gestor está agindo de maneira covarde com a população, atribuo essa culpa ao JUDICIÁRIO, pois esse prefeito já cometeu inúmeras irregularidades e nada lhe acontece. Jeso, cadê o desfecho da PERFUGA? Cadê o desfecho da SEMSA? Cadê o desfecho do ICMS-VERDE? Cadê o desfecho do ASFALTO? E por aí vai…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *