Namorada matou Matteo em crime frio, planejado e violento, diz MP em denúncia à Justiça
Matteo e namorada Raquel: história de amor que virou tragédia. Foto: Reprodução

O Ministério Público do Pará, através da 4ª Promotoria de Justiça de Santarém, ofereceu nesta quinta-feira (2), após encerramento das diligências requeridas à autoridade policial, denúncia contra Raquel Silva Travassos, em razão do homicídio praticado contra Matteo Lima dos Santos, seu namorado à época do crime.

Na peça, assinada pelo promotor Alexandre Moura Costa, o MP narra que Raquel adotava comportamentos abusivos no relacionamento com Matteo, chegando a invadir sua residência pela janela, sem qualquer autorização. Segundo apurado durante as investigações, a vítima teria tentado separar-se da autora do crime mais de 7 vezes, sem que, no entanto, Raquel aceitasse.

— CONFIRA: MP investiga suposto caso de nepotismo que envolve secretária de Educação.

Nessas circunstâncias de agressividade e possessividade, na véspera do crime, após uma discussão durante a madrugada, o casal encerrou a relação, o que, novamente, não foi aceito por Raquel. Todavia, diferentemente das outras oportunidades, Matteo estava com viagem marcada para São Paulo/SP, onde passaria uma temporada a trabalho, o que levaria ao término definitivo do namoro.

Dessa forma, a namorada, segundo o MP, decidiu acabar com a vida de Matteo.

Na manhã do crime, foi até a residência dos seus pais e pegou, furtivamente, uma arma de fogo utilizada por seu pai, que é policial militar e saiu para cumprir seu objetivo.

Ao chegar na casa do namorado, por volta de 12h, Raquel efetuou 4 disparos em sua direção, dos quais 3 o atingiram, sendo um tangencial, outro transfixante, à curta distância e terceiro a cabeça, causando explosão craniana de Matteo.

Extrema violência

A motivação egoística e o comportamento possessivo, além da própria materialidade do crime (laudos periciais) somente foram observados após cumprimento das diligências requeridas pelo Ministério Público, configurando, portanto, provas novas ao  processo. 

As novas provas evidenciaram, ainda, que a forma de execução do delito demonstra a utilização de extrema violência, frieza e planejamento do crime, o que, somado a outros fatos, permitiu a conclusão pela necessidade de sua prisão cautelar, cujo pedido será analisado pelo juiz da 3ª Vara Criminal de Santarém.

Com informações do MPPA

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Namorada matou Matteo em crime frio, planejado e violento, diz MP em denúncia à Justiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *