por Sidney Canto

Dia 2 de outubro de 1854

Através de deliberação da Assembléia Provincial e por meio da lei 252, a Vila de Óbidos é elevada a sede de município. Nesse período, a nova cidade se destacava como uma das maiores produtoras de cacau no interior da província, bem como exportadora de gado bovino para a cidade de Barra do Rio Negro, hoje Manaus.

Leia também:
Nasce Ambrósio Philipsenburg.
Pedido de hospital é negado.
O maior templo de Santarém.
Índio auxilia Henry Bates.
Henry Bates no Tapajós.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

6 Comentários em: Óbidos vira município

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jakeline disse:

    É bom saber que nossa “Terra Pauxis” é valorizada neste blog. Parabéns aos que mantém a História de nossa terra viva na memória dos obidenses, mesmo os que estão distantes.
    Saudade daqueles pirarucu no leite de coco, do sarapatel de tartaruga (apesar de proibida a pesca da mesma) e do jaraqui no caldo…
    Parabéns! Óbidos é minha Terra! Óbidos é meu Torrão!

  • José Sousa disse:

    Jeso, o padre sidney canto nao é de obidos? conheco uns membros da familia canto la de obidos.

    1. Jeso Carneiro disse:

      José, confesso que não sei. E aí, padre, saca aí a sua naturalidade! rsrsrs

      1. Padre Sidney Canto disse:

        Sou meio a meio. Meio sangue “santareno” e meio sangue “obidense”!
        Também estou com saudade do jaraqui!!!
        Parabéns a todos os obidenses pelo aniversário da Elevação à Cidade!
        Fraterno abraço.

  • Gilson Tadeu de Lima disse:

    Parabéns pelas matérias.
    Gostaria de ter o endereço eletrônico do Sidney Canto.
    Abraços.

    1. Padre Sidney Canto disse:

      Mande seu endereço eletrônico que entrarei em contato!
      Fraterno abraço.