Publicado em por em Oeste do Pará, povos indígenas

A Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará) realiza de 4 a 6 de setembro próximo, no Amazônia Boulevard, em Santarém, o II Seminário para a Formulação das Diretrizes para o Edital do Processo Seletivo Especial Indígena 2013. Leia também: MPF abre inquérito contra 5ª URE. Coordenado pelas professoras Myrian Barboza e Carla Ramos, da […]

A Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará) realiza de 4 a 6 de setembro próximo, no Amazônia Boulevard, em Santarém, o II Seminário para a Formulação das Diretrizes para o Edital do Processo Seletivo Especial Indígena 2013.

Leia também:
MPF abre inquérito contra 5ª URE.

Coordenado pelas professoras Myrian Barboza e Carla Ramos, da Comissão do PSE Indígena 2013, o evento reunirá lideranças e representantes de movimentos e associações indígenas do oeste do Pará, para discutir a elaboração do PSE Indígena 2013.

Composto por palestras e grupos de trabalho, o evento possibilitará o conhecimento de experiências relativas a processos seletivos diferenciados e cursos específicos para indígenas realizados em outras universidades da Amazônia.

“Vamos ampliar o debate com as comunidades acadêmica e indígena para discutir processos seletivos diferenciados e cursos de graduação específicos para indígenas”, explica a antropóloga Carla Ramos, do Instituto de Ciências da Sociedade (ICS).

“Teremos quatro palestrantes com experiência nestas áreas e estamos muito contentes com a oportunidade de abrir esse diálogo de uma maneira bastante qualificada”.

Abertura

A abertura do seminário acontecerá na próxima terça-feira, dia 4 de setembro, às 8h30, com a participação dos alunos indígenas da UFOPA, lideranças indígenas dos territórios etnoeducacionais do Oeste do Pará, membros da Comissão do PSE Indígena 2013 e do pró-reitor de Ensino de Graduação da UFOPA, José Antônio Oliveira Aquino.

Em seguida, às 10h30, o antropólogo Gersem Baniwa, professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), ministrará a palestra “Universidade e diversidade: acesso e permanência de alunos indígenas nas Instituições Federais de Ensino Superior”.

Fonte: Ufopa


Publicado por:

Uma comentário para

  • O que deveriam fazer de seriamente era mandar a banca passar uns dois meses no meio dos índios para que depois pudesse fazer prova capaz de avaliar o que esses aprendem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.