Delator protocola pedido de cassação do presidente da Câmara de Monte Alegre por corrupção

Publicado em por em Monte Alegre, Pará, Política

Delator protocola pedido de cassação do presidente da Câmara de Monte Alegre
Bruno Santos, delator, protocolou o pedido de cassação de Jorginho da Z-11 na Câmara de Monte Alegre. Foto: Reprodução

O delator que revelou ao Ministério Público do Pará um suposto esquema de corrupção na Câmara de Vereadores de Monte Alegre (PA) chefiado por Jorginho da Z-11 (MDB) protocolou pedido de cassação do parlamentar emedebista que hoje dirige a Casa.

A representação “por quebra de decoro parlamentar e prática de corrupção” contra Jorge Luís de Andrade Tavares é assinada por Bruno Santos, ex-assessor de confiança do vereador. Foi protocolada na semana passada – dia 29.

Naquele dia, a Casa, em decisão do plenário, cassou por 12 votos a 3 o mandato do vice-prefeito Cabo Leonardo (PL) por suposta infração político-administrativa.

Segundo Bruno Santos, o presidente Jorginho da Z-11, o mais votado nas eleições de 2020, teria violado o artigo 7º do decreto-lei 201/67 e o artigo 9º do Regimento interno da Câmara de Monte Alegre.

Além do Ministério Público e Câmara de Monte Alegre, Bruno Santos denunciou Jorge Luís de Andrade Tavares no MPF (Ministério Público Federal) e PF (Polícia Federal).

Quem é o delator

Bruno Augusto dos Santos,

** Foi diretor administrativo-financeiro da Câmara de Monte Alegre (PA) de janeiro de 2021 a agosto deste ano, quando pediu exoneração.

** Neste período também trabalhou como pregoeiro da Casa.

** Tem 40 anos.

** Há mais de 10 anos trabalhava com o vereador Jorginho da Z-11.

Jorginho da Z-11, atual presidente da Câmara de Monte Alegre

— O JC também está no Telegram. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

2 Comentários em Delator protocola pedido de cassação do presidente da Câmara de Monte Alegre por corrupção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *