Liberte-se dos grilhões do rancor, perdoe. Por Luanna Silva

Publicado em por em Artigos

Liberte-se dos grilhões do rancor, perdoe. Por Luanna Silva
“Perdoe, solte os pesos, se deixe ir a favor da corrente”. Foto: Reprodução

E difícil encontrar quem não tenha feridas, dores na alma, causadas por outras pessoas. Todos carregamos nossas cicatrizes. E todos também desejamos curá-las, seja por quaisquer meios: tentar esquecer, se afastar, vingar, amaldiçoar.

O rancor traz uma espécie de alento. Repetir a si mesmo o que foi feito, lembrar com detalhes do que sofreu, parece fazer justiça de algum jeito.

Mas outra coisa que não se pode impedir acaba acontecendo também: o retorno da esperança. A vida vai seguir e você vai se ver começando de novo. Todos os dias, um passo para a frente, é impossível não recomeçar.

Portanto, solte os pesos, se deixe ir a favor da corrente: perdoe. Assim você corta laços com o sofrimento, impede que o passado ainda tenha influência sobre você. Com essa ligação desfeita, você fica livre, inclusive para não deixar acontecer novamente.

E agora você está mais forte, cuidadoso, menos vulnerável. E mil vezes mais sábio. Toda mágoa existe para fechar a ferida e fazer a cicatriz.

Depois disso, deixe-a no passado, com tudo que o magoou. É a melhor resposta para o outro, e é o melhor a fazer por você, deixar ir e começar a viver.

<strong>Luanna Silva</strong>
Luanna Silva

Mora em Santarém, onde se fez e concluiu o curso superior em Psicologia. Escreve regularmente no JC. Ela pode ser encontrada em @luannasilva_psi.

LEIA também de Luanna Silva: Começo é renovação, e comemore por não ter desistido.

  • JC também está no Telegram. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Uma comentário para

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.