Juiz de Almeirim se declara suspeito para atuar em ação contra prefeita e vice

O juiz Francisco Joaquim da Silva Filho, da Vara Única de Almeirim (PA), se declarou suspeito para atuar na ação (AIJE) de cassação de mandato da prefeita Lúcia do Líder (MDB) e o vice-prefeito Karol Sarges (PTB) por suposta fraude eleitoral na campanha de 2020.

Em despacho com data desta quarta (28), o magistrado justifica sua iniciativa “por motivo de foro íntimo para apreciar a presente ação”.

 

O BJ (Blog do Jeso) apurou que a decisão do juiz deve-se à relação de amizade que cultiva com o atual vice-prefeito do município.

“Desta forma, comunicar a afirmação de suspeição à Presidência do TRE-PA [Tribunal Regional do Pará], para a distribuição do presente feito ao substituto legal”, escreveu.

Silva Filho chegou a marcar o dia da continuidade da audiência de instrução e julgamento do caso, conforme o BJ noticiou.

Também nesta quarta-feira, o TJPA (Tribunal de Justiça do Pará) escalou um novo juiz para Almeirim. Trata-se de André Souza dos Anjos, que irá substituir Silva Filho no comando da comarca.

André dos Anjos será o terceiro juiz a ficar à frente do processo ajuizado pela ex-deputada Rosa Hage (PSC) contra a prefeita e o vice. Hage disputou, e perdeu, a campanha para Prefeitura de Almeirim no ano passado.

— SOBRE esse caso, leia: Quem sãos os 5 réus na ‘grave’ ação eleitoral contra prefeita e o vice de Almeirim


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *