Reportagens do blog sobre nepotismo em Faro levam MP a processar secretário
À dir., o secretário Edvan Siqueira, alvo do processo. Foto: Divulgação/PMF

Resultou em processo por crime de improbidade administrativa, ajuizado pelo MPPA (Ministério Público do Pará), a série de reportagens do Blog do Jeso publicadas neste ano sobre nepotismo na Prefeitura de Faro, oeste do Pará. A ação é assinada pelo promotor de justiça Osvaldino Sousa e tramita na Justiça desde a semana passada (dia 1º).

Os alvos do processo são o secretário municipal de Educação, Edvan Siqueira Pinto, e sua esposa, Maria Luzia de Brito Carvalho.

 

Em liminar (decisão urgente) à Justiça, o MPPA pediu a exoneração imediata da esposa do secretário da Semed (Secretaria Municipal de Educação), onde ela está lotada desde março de 2019 e recebe salário de R$ 2 mil.

“A escolha de parentes para as funções de livre nomeação viola de forma frontal todos os critérios isonômicos de seleção para à vaga oferecida, haja vista que favorecem o atendimento de interesses pessoais da autoridade e do servidor parente, em detrimento do interesse público”, justificou o juiz Flávio Lauande para atender o pedido do MPPA.

O magistrado estabeleceu multa de R$ 50 mil a ser aplicada ao Município de Faro em caso de desobediência à ordem judicial.

Para o promotor Osvaldino Sousa, a prática de nomear parentes para o exercício de cargos em comissão, ou de confiança, ou de funções públicas gratificadas, não respeita os princípios administrativos.

Isto porque, segundo ele, “fere a impessoalidade, a moralidade e o dever de honestidade e lealdade às instituições, na medida em que se toma como fato determinante o favorecimento pessoal em detrimento das regras da ética, afrontando, em última análise, a própria eficiência da máquina administrativa”.

Confira abaixo os demais pedidos feito pelo promotor à Justiça:

O que é nepotismo

Nepotismo é o favorecimento dos vínculos de parentesco nas relações de trabalho ou emprego. As práticas de nepotismo substituem a avaliação de mérito para o exercício da função pública pela valorização de laços de parentesco.

Nepotismo é prática que viola as garantias constitucionais de impessoalidade administrativa, na medida em que estabelece privilégios em função de relações de parentesco e desconsidera a capacidade técnica para o exercício do cargo público.

O fundamento das ações de combate ao nepotismo é o fortalecimento da República e a resistência a ações de concentração de poder que privatizam o espaço público. (CNJ)

LEIA também: Família de secretário acumula cargos e embolsa R$ 20 mil por mês em Faro.

Secretário diz que esposa, filhos e sobrinhos na folha é fruto de “sacrifícios” e estudo

Irmã de secretário também ganhou emprego em Faro; família tem 9 na folha

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Reportagens do blog sobre nepotismo em Faro levam MP a processar secretário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *