por Válber Almeida (*)

Valber AlmeidaÉ a segunda vez que o grupo do Aldo Queiroz é afastado do poder pelas vias democráticas na universidade federal em Santarém. A primeira foi com a eleição do Elinei Pinto dos Santos para o cargo de coordenador do Campus Universitário da UFPA/Santarém, em 2002, o qual ficou até 2010 exercendo esta função.

Leia também dele:
Um mito para ludibriar os neobobos.

Deve-se ao Elinei a normalização da atividade administrativa da UFPa em Santarém, com o aumento da transparência, maior controle sobre os gastos da instituição, maior participação da comunidade acadêmica sobre os rumos da instituição e profissionalização da burocracia, que passou a operar dentro dos marcos estatutários e legais.

Muitos avaliam como tímida a passagem do Elinei pela coordenação do antigo campus, e em parte os críticos têm razão, principalmente no que diz respeito às acusações de má gestão da coisa pública promovida pela coordenação anterior.

Mitos vencidosOs “mitos” derrotados na Ufopa: Aldo, Fiúza, Nilson Pinto, Seixas Lourenço e Ximenes

Espero que este tipo de timidez não marque a gestão da professora Raimunda e do professor Anselmo, pois a impressão que este tipo de postura deixa é sempre negativa: ou de compactuação ou de vassalagem ou de covardia.

Existem muitas acusações de superfaturamento e má gestão da coisa pública pelo atual reitor pro tempore e sua equipe na Ufopa. Essas denúncias, pelo que me repassaram, já foram entregues ao Ministério Público Federal, mas este, ao que tudo indica, prevaricou.

Não estou dizendo que elas são ou não verdadeiras, mas que precisam ser investigadas disso ninguém tem dúvidas. A direção eleita hoje tem o dever político, moral, legal e institucional de passar a limpo estas questões que pairam como fantasmas agourentos sobre a vida institucional.

Aliás, os votos da comunidade acadêmica na chapa da professora Raimunda e do professor Anselmo indicam que é preciso passar a limpo a história da UFPa e, agora, Ufopa aí em Santarém: já é hora!

Está claro que a comunidade acadêmica de Santarém não deseja mais o grupo do Nilson Pinto-Aldo-Fiúza-Ximenes-Lourenço à frente da instituição. O MITO caiu, pelo menos aí em Santarém. Agora, falta demolir na UFPa e na Secretaria de Educação do Estado do Pará.

Espero que picuinhas e mesquinharias acadêmicas não atrapalhem a nova gestão. Desejo toda sabedoria à dupla para que tenham a coragem e a maturidade necessária para implementar as mudanças que propuseram para a Ufopa. Capacidade sei que possuem de sobra.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – –

* Doutorando, é professor de Sociologia da Seduc e de Ciência Política da UFPA.

  • 7
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

26 Comentários em: Fim de um mito. Só falta agora na UFPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Mister M disse:

    Adorei Valber. Realmente vc só demonstra sua pequenez de alma. Afinal textos neste mesmo blog sério falaram sobre a vitória da Humildade sobre o Orgulho. Mas quem pode ser melhor professor no quesito orgulho do que um renomado e competente professor como vc. Vc ainda tem mt tempo para conseguir reconhecer a diferença entre ter consciência de suas potencialidades e ser orgulhoso.
    Há, quanto a sua ignorância sobre mim em nada me afeta, pois continuarei a trabalhar, não como um ser perfeito, mas que não tem necessidade de bajular A ou B, ou atacá-los por não concordarem com minhas idéias. Não dependo de agrados e comissões.
    O conheço bem caro colega, não precisa cometer crimes ou tê-los registrados para ter atitudes desprovidas de bom senso, autoritárias e prepotentes.
    No mais bom trabalho pra vc! 😀

    1. Válber Almeida disse:

      Meu caro, pare de perder tempo com a vida alheia. Vá procurar o que fazer, o que pode lhe trazer algum crescimento, e pare de ficar querendo oferecer rizíveis (para ser cavalheiro) lições de conhecimento interior para as pessoas. Eu não discuto pessoas privadas, eu discuto pessoas públicas. Se me conheces, porque não te apresentastes pelo teu nome para que eu, por uma questão de justiça, honestidade e ética soubesse quem é o meu interlocutor? Mas, não, a face de vocês é sempre esta, esta face nebulosa, doentia, obscura, de pessoas que fazem as coisas na surdina, às escondidas, por pequenês, por mesquinharia e por incapacidade. Não se autoengane, você não possui grandeza nenhuma como tentas parecer, ao contrário de mim que enfrento de cabeça erguida minhas batalhas, meus adversários e honro meus interlocutores. Já perdi muito tempo com você, até como adversário você é uma desonra para mim.

  • Mister M disse:

    Como sempre, fala-se muito mal de quem sai ou esteve no poder e geram-se expectativas desprovidas de experiência para quem chega. O único capaz de trazer avaliações sobre o trabalho de A ou B é o tempo! Isso os queridos Professores Doutores eleitos terão. Espero que aproveitem, cerquem-se de pessoas competentes e idôneas independentes de suas escolhas partidárias. Já que o discurso é de Gestão Participativa e de Excelência.
    O tempo nos dirá! A UFOPA é uma das maiores conquistas para Santarém e região e seu crescimento sempre será o desejo de todo servidor que trabalha nessa instituição e é comprometido com a EDUCAÇÃO!
    Quanto ao autor do texto acima, fez um excelente discurso, apesar de repetitivo. Além de ser citado como Professor de Ciência Política da UFPA. Onde? Como? Acredito que uma correção vai bem não é Sr. Jeso Carneiro?

    1. Válber Almeida disse:

      Jeso, eu não tinha atentado para o fato de que o meu nome não consta mais no sistema da UFPa como ativo. Por favor, para o bem do Mister M e do S. Silva, nas próximas postagens minhas coloque apenas meu nome e a referência: Doutorando, Professor do Curso de Direito da Faculdade Gamaliel e de Sociologia da Seduc. Em verdade, não faço questão de nada disso, se quiseres colocar apenas Leitor do Blog para mim já é de grande status e valia.

      1. Jeso Carneiro disse:

        Não são as tuas referências acadêmicas que estão incomodando certos leitores, Válber. São tuas ideias. Sem envergadura intelectual para o bom e democrático debate, eles se atém a picuinhas. A devida correção, ainda assim, será feita na tua próxima pensata.

        1. Mister M disse:

          Vocês são hilários. O primeiro pela humildade que pelo visto é sua marca registrada e você Jeso com sua imparcialidade jornalística! Gosto D+ do seu blog por isso!

          1. Jeso Carneiro disse:

            Esse blog nunca foi, nunca será imparcial, especialmente com os neobobos et caterva. Adoro desmacará-los!

          2. Mister M disse:

            Adoro! Neobobos? Desmascará-los? É mas ninguém tem telhado de vidro né, senhores da perfeição?!

          3. Válber Almeida disse:

            E aí, Mister M? Já descobristes no google a lista de crimes praticados por mim? Não? Pôxa, lamento muito, sinto não poder contribuir para você levar alguma informação últil contra a minha pessoa ao seu patrãozinho e ganhar aquele agradinho por serviços prestados, quem sabe até aquele cafuné na orelinha como todo cãozinho obediente e fiel ao dono merece. Poisé, Mister M, esta é a diferença entre você e eu, enquanto você fica perdendo tempo com coisas inúteis, com o bjetivo de se tornar o puxa-saco preferido do patrãozinho, enchendo sua cabeça de porcaria e escrevendo tolices em blogs sérios, eu fico lendo, escrevendo, trabalhando, refletindo, buscando lapidar meu intelecto cada vez mais, porque a excelência sempre foi um princípio seguido rigidamente por mim. É por isso que eu posso sair e voltar para qualquer instituição onde já trabalhei, pública ou privada (em algumas já fui avaliado pelos alunos como o melhor professor da instituição), quando eu quiser, inclusive a UFPa, porque eu me garanto em concursos, e por isso sempre fui o primeiro lugar nos concursos que prestei. Agora você, imagino, está aí todo desesperado com o carguinho comissionado que vai perder quando os seus amiguinhos deixarem o poder, não é mesmo? Por isso sua raivinha. Ah, esqueci, e humildade é para os fracos… Desculpa, Jeso, mas eu não poderia perder esta piada….rs.

  • aluno disse:

    eles pensaram que os universitarios eram eleitores igual aqueles que trocam seu voto por camisa de futebol ,dentadura ou que pastor safado mada votar ,se f…

    1. Mundico N° 1 disse:

      Exatamente..ótimo comentário, apesar do se f…. ahahaha

  • ELEITOR disse:

    jorge moraes eaqueceste de incluir o lira maia ,simão cerpasa jatene,jader barbalho,

  • Edson Akira Asano disse:

    Esta é manifestação da força que vem do interior. Se as reformas não partem do centro para a periferia que então partam da periferia para o centro. E que mitos e falsos deuses sejam desmascarados!

  • s.silva disse:

    O Valber não é professor de Ciência Política da UFPA.

    1. Válber Almeida disse:

      S. Silva, você poderia se identificar, não estás cometendo nenhum crime. De fato, cancelei, por conta própria, meu contrato com a UFPa no último dia 25 de outubro, mas meu nome ainda constava no sistema da universidade até semana passada, esta semana que entrou para a lista dos inativos. É o terceiro concurso que passo para professor da UFPa -2006, 2009 e 2013. Em 2009 fui aprovado, para efetivo, mas como o salário de Dedicação Exclusiva da UFPa para mestre não compensa, pelo menos não para mim, resolvi esperar terminar o doutorado para ingressar neste regime na instituição. Neste último concurso, fui lotado no campus de Marabá, algo que viria a calhar para mim, já que tenho compromissos profissionais também em Tucuruí,que fica perto de Marabá. Porém, a correria para terminar o doutorado e o salário de substituto que também não é muito atrativo me levaram a romper o contrato com a Federal novamente. Se duvidas, é só procurar no google, está registrado no DOU (Diário Ofocial da União). Meu nome completo: Válber de Almeida Pires. Não tente me acusar de coisas baixas, não tenho o caráter de vocês, tenho uma carreira profissional e acadêmica muito bem sucedida, não me faltam empregos e qualquer concurso que eu fizer eu passo, e sempre em primeiro lugar.

  • E??? disse:

    Cada raposa cuida só do seu galinheiro, é da ética entre raposas, deixa a UFPA fora disto

  • Cuma??? disse:

    [ Ele sabe que não sou sou ficha suja e, que a natureza das minhas contas não se enquadra nessa lei que eu apoio.] Pensei que iria negar que não foi acusada de irregulairidade. Não ser as contas, nem de Mauf é.

    1. Mister M disse:

      Pois não é Cuma. Ainda não vi posicionamento claro nem explicações da gestora do Projeto do qual suas contas foram apontadas com irregularidades! Mas fazer o que, o tapete é grande e federal para se empurrar para baixo a sujeira! 😀

  • Guy Fawkes disse:

    Fiquei sabendo que Aldo Queiroz já foi pedir ao Nilson Pinto que interceda por ele em Brasília. O governo federal mais uma vez dará uma de corno manso, como fez com o Seixas Lourenço? Isso se chama síndrome de Estocolmo.

  • jorge moraes disse:

    ASSIM COMO CHEGOU AO FIM A ERA DO ZÉ DIRCEU , GENUINO LADRÃO, DELUBIO E A PROXIMA SAFRA SERÁ A DO LULA LELÉ E DA COMISSÁRIA DILMA “POSTE” ROUSSEFF !!!!!

  • Gilson Cordeiro disse:

    Jeso, esta montagem fotográfica que você fez está sensacional. Parabéns. Ela expressa, de fato, as principais forças contra as quais Raimundinha e Anselmo lutaram. E deixa claro que também foi uma vitória da humildade sobre o orgulho. Essas pessoas da foto, se algum dia já foram capazes de ouvir as pessoas simples, ouvir no sentido de valorizar suas ideias e respeitá-las como seres pensantes, faz tempo que esqueceram e se comportam como os únicos capazes de pensar e executar os projetos que supostamente ajudam as pessoas, mas, na verdade, buscam retorno com a manutenção do grupo no poder. Tomara mesmo que seja o fim de uma era marcada por personalismos, centralização, favorecimentos pessoais e elitismo acadêmico. Em tempos de Papa Francisco, viva a vitória da humildade sobre o orgulho.

  • Tiberio Alloggio disse:

    Boa Analise….

    Parece que o FIM da Era dos Dinossauros chegou.

    Tiberio Alloggio

  • Heleno disse:

    Que essa corja ao menos deixe papel e caneta para a próxima administração trabalhar ! Caros, como sempre se ouviu pela UFOPA, o pró-reitor Ximenes ganhando TRINTA MIL REAIS (e eu mesmo
    conferi isso, no portal da transparência), morar no melhor hotel da cidade, com despesas pagas
    pela UFOPA, é algo inescrupuloso. E o reitor, que quase não esteve em Santarém. Só vivia em Brasília, aonde ele reside, deixando aldo como reitor em exercício, aldo o testa-de-ferro do Seixas Lourenço, o Rei-Louro. Enfim, vimos a queda do Rei-Louro e seus asseclas. O projeto de poder
    de aldo terminou, assim espero.

    1. Jose Francisco Guimarães Corrêa disse:

      Assim seja!

  • Luiz Fernandes de Oliveira disse:

    Parabéns a todos e a todas que direta ou indiretamente participaram e constribuiram, com o afastamento daqueles que já se achavam vitalício. Mais ainda, “aos vitoriosos dos movimentos da mudança, que não tiveram medo do enfrentamento das adversidades, das retaliações, das vindítas, das represálias; e tudo mais. Sinto-me vitorioso, por que, sempre acreditei e botei fé nos revolucionários das boas novas. Parabéns a professora Raimundinha e professor Anselmo Colares, que Deus abençoe a missão precípua de vocês; transformar com dignidade e competência a Nova Ufopa. “Que os anjos digam amém ou aleluia” !!! . Que se ousam bem forte a sonoridade dos sinos da Igreja Matriz da Nossa Senhora da Conceição – Comemoração vibrátil !

  • Guy Fawkes disse:

    Brilhante, Valber! Realmente, cai essa dinastia do mal aqui em STM. Concordo contigo. Auditoria e revisao de varias medidas tomadas por essa quadrilha ja no primeiro dia.