Reunião entre irmãos definirá quem comandará emissora rádio e TV em Santarém
Paulo Serique, o mais cotado para assumir a chefia da Guarany, e Miza Lima, uma das sócias da empresa. Reunião selará o comando da emissora. Foto montagem: BJ

Os irmãos (e herdeiros) de Maria Aparecida Serique Pereira irão decidir só após reunião entre eles, a ocorrer provavelmente em Belém na próxima semana, quem irá assumir o comando da rádio (FM) e TV Guarany, afiliada da Record em Santarém (PA).

A dona da emissora morreu de complicações decorrentes da covid-19 na quinta-feira (11), em Itaituba, para onde foi removida por falta de leitos de UTI em Santarém no início do mês.

O sepultamento foi realizado ontem.

 

Viúva, Aparecida era do grupo de risco para doença. Estava com 67 anos, e não tinha filhos. Herdou parte do SGC (Sistema Guarany de Comunicação) do marido, Milson Pereira, morto há 13 anos de AVC. Pouco depois, a assistente social aposentada pelo Sesi assumiu o controle total da empresa.

O Blog do Jeso apurou junto à Receita Federal que a Rádio e Televisão Guarany de Santarém Ltda, com abertura registrada em outubro de 1981, tem 3 sócios:

  1. Aparecida Serique, maior cotista da empresa e sócia administradora;
  2. Miza Cardoso Lima, sobrinha de criação de Aparecida e sócia minoritária;
  3. Matheus Sousa Serique, também sobrinho, residente em Belém e sócio minoritário.

Desde que a viúva foi internada, ainda em Santarém, para fazer tratamento contra o coronavírus, a emissora passou a ser administrada por Miza Lima.

De acordo com fonte próxima à família, Paulo Serique, que já gerenciou a emissora, é o nome mais cotado entre os irmãos para a nova fase da rádio e TV. Alberto Serique, residente em Belém, é quem assumiu as rédeas, pelo menos por enquanto, da empresa.


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *