Assessor de deputado acusa juiz que excluiu MDB da eleição de agir por dinheiro; áudio
Juiz Vilmar Macedo Júnior, alvo de acusações de dois emedebistas. Foto: Arquivo BJ

Otacílio Andrade, que se intitula assessor do deputado estadual Wanderlan Quaresma (MDB), acusou o juiz eleitoral Vilmar Durval Macedo Júnior de excluir o MDB da eleição deste ano em Juruti (PA) por interesse “político, subordinado à uma questão financeira”.

A insinuação de que o magistrado teria recebido dinheiro para proferir a sentença contra o partido foi feita em áudio postado logo após a decisão nas redes sociais.

 

Candidato a vereador pelo MDB de Juruti, Romário Pereira, também em áudio, fez insinuação similar, creditado à amizade que o juiz teria com o prefeito Henrique Costa (PT), candidato à reeleição, o teor da sentença contra o MDB.

A sentença, divulgada ontem, de exclusão do MDB do pleito eleitoral deste ano foi tomada com base na tese que, por estar com os direitos políticos suspensos, Isaías Batista Filho não poderia presidir o partido, o que tornou nulos todos os atos assinados por ele, inclusive a ata de convenção partidária.

Procurado pelo Blog do Jeso, o magistrado disse que “essas declarações gravíssimas à minha pessoa não serão ignoradas”. E que irá processar os dois por crime de calúnia, “dentre outras medidas jurídicas possíveis”. A íntegra do contraponto de Macedo Júnior pode ser acessado neste link.

 

O blog não conseguiu localizar o assessor do deputado Wanderlan Quaresma. Alcançado, Romário Pereira disse que não reconhece como de sua autoria o áudio.

“Isso é montagem”, declarou.

Tanto Otacílio como Romário afirmaram que no TRE-PA (Tribunal Regional Eleitoral do Pará), por influência do governador Helder Barbalho, a sentença do juiz em Juruti será revertida.

Ouça o áudio de Otacílio Andrade.

Ouça o áudio de Romário Pereira.

LEIA também: Juiz nega registro ao vice e derruba chapa do Patriota; caso subirá para o TRE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *