TemPoesia

Tem poesia o tempo que a poesia nos traz?
Tempo ou ponte, tanto faz
A poesia é o vento que a noite jaz
Nos corações da moça e do rapaz…

TemPoesia é um tempo a mais de poesia
Que nem com o tempo se desfaz
TemPoesia é mais que uma poesia
É o tempo que não se liquefaz

E já dizia há tempos
Um sábio e poeta em busca de paz
Que “o tempo revela o charme
Das coisas sem charme,
E por isso o tempo é poeta”

O tempo é um marinheiro fugaz
E a poesia, seu eterno cais…

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

J.Ninos_De Jota Ninos, poeta tapajônico.

Leia também:
Soneto, de Luiz Ruas..
Breve tempo, de Alonso Rocha.
Ausência, de Felisbelo Jaguar Sussuarana.
Fios do tempo, de Jota Ninos.
Eu caçado, de Floriano Cunha.
Láudano, de Jota Ninos.
Tempos, de Floriano Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *