Foto: Greenpeace
O mais novo navio do Greenpeace

Passará bem longe das cidades do oeste do Pará, o novo navio da frota do Greenpeace, o Rainbow Warrior, que se no país, para uma expedição de cerca de 3 meses em comemoração aos 20 anos da ONG no Brasil.

O Rainbow Warrior ficará no Brasil até 5 de julho, além de Manaus, sua primeira escala, passará por Belém, Recife, Salvador, Rio de Janeiro – onde participa da Rio+20 – e Santos.

Em todas essas cidades, o público terá a oportunidade de subir a bordo, conhecer a tripulação e saber mais sobre as campanhas do Greenpeace no Brasil.

Em Belém, a embarcação estará aberta ao público nos dias 5 e 6 de maio. Em Manaus, no final de semana (24 e 25).

Leia mais em Suba a bordo do novo Rainbow Warrior.

Leia também:
Concessão florestal do Paru avança.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

8 Comentários em: Greenpeace levará novo navio a Belém e Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Anônimo disse:

    Opa, vamos ter uma movimentação aqui na Pérola do Tapajós, a última vez que o navio esteve em águas do Tapajós os tripulantes não tem boa recordação, portanto é bom que eles fiquem esperto.

  • José Joaquim Sarmento disse:

    Vou visita-lo aqui em Manaus no dia 25

  • Paulo Lima disse:

    Salve Jeso,

    O Navio passará por Santarém, haverá uma atividade para convidados mas não terá visitação pública. Chega dia 29.

    abraços,

    Paulo

  • Paulo Lima disse:

    Jeso, pelo que sei o Rainbow Warrior passará por Santarém sim e estará aberto a visitação no dia 27 de março.

    abraços,

    Paulo

    1. Jeso Carneiro disse:

      Bom, Paulo, pelo menos na programação oficial, veiculada no site do Greenpeace, Santarém não está incluído neste roteiro.

  • Paulo Costa disse:

    Jeso.
    Vai ver que eles não tiveram a permissão daquele grupo que incentivou a população santarena a expulsa-los na época da invasão dos grileiros da soja.
    Inclusive uma grade parte da mídia santarena estava por trás, lembram? E olha que o grupo pró sojeiros na época diziam felizes da vida que o próximo prefeito seria um sulista.
    O que se ver hoje é os sulistas brasileiros na região fazendo o mesmo que os sulistas Norte Americanos em época passada.
    Chupando cabeça de acari com açaí, não é de morrer de rir?

    1. Nazareno Lima disse:

      Paulo Costa,

      Morrer de rir pela cabeça do Acari? Não desqualifique o nosso Acari! (rsrsrsrs).
      É bom que se diga: o que incomoda, não é a presença de nossos irmãos do sul, sudeste ou outros estados, mas sim a arrogância de alguns.

      N.L.

      1. Paulo Costa disse:

        Nazareno,
        Em relação aos sulistas ou outros não arrogantes sempre serão bem vindos, concordo plenamente com você, em relação ao morrer de rir chupando cabeça de acari, na verdade eu quis dizer não adianta impor qualquer cultura de outras regiões em nossa cidade , que sempre terão que se curvar a nossas tradições, isto aconteceu com os sulistas norte americanos décadas atrás e hoje o que mais se ver é caboclo com sobrenome americano chupando cabeça de acari.
        Saudações Tapajônicas.