Blog do Jeso

Infraestrutura

Concessão da BR-163 leva Nélio Aguiar a reunir com ministro dos Transportes

A reunião foi realizada ontem em Brasília. O deputado federal Lúcio Vale, do PR, também participou

Concessão da BR-163 leva Nélio Aguiar a reunir com ministro dos Transportes, Nélio Aguiar e o ministro dos Transportes/Governo TemerNélio na reunião em Brasília com o ministro Quintella

 
O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar (DEM), reuniu em Brasília com o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, para pedir a inclusão do trecho da rodovia BR-163 de Miritituba (Itaituba) a Santarém no estudo de viabilidade para a concessão.

A reunião foi realizada ontem, 18.

Leia também
Placas e Santarém participam da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios

Nélio também solicitou que o projeto Ferrogrão seja estendido até Santarém, ao invés somente de Miritituba, como está no projeto. Na reunião, também estava presente o deputado federal paraense Lúcio Vale (PR).

A BR-163 (Santarém/Cuiabá) é o principal elo entre o estado do Mato Grosso, onde há a maior produção de grãos do Brasil, e os portos do Norte, principalmente Santarém e Miritituba.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Números. Terminal hidroviário de Terra Santa custará quase R$ 4 milhões

Números. Terminal hidroviários de Terra Santa custará quase R$ 4 milhões, Terra Santa, oeste do PA

R$ 3.949.942,55

Valor a ser investido na construção do terminal hidroviário de cargas e passageiros da cidade de Terra Santa, no Baixo Amazonas, segundo informou ao Blog do Jeso presidente da CPH (Companhia de Portos e Hidrovias do Pará), Alexandre Von.

100%

Percentual do total de recursos que o governo estadual investirá na obra. A operação de crédito será efetuada contratada junto à Caixa Econômica Federal.

44,80 metros

Tamanho frontal do terminal, que terá 12 metros de fundo. Segundo Alexandre Von, o edital de licitação para contratação da empresa responsável pela obra deve ser publicado ainda neste mês de maio.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Prefeito assina decreto que declara Santarém em situação de emergência

Prefeito assina decreto que declara Santarém em situação de emergênciaNélio Aguiar, prefeito, assinando o decreto de emergência. Foto – Júnior Albuquerque

 
O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar (DEM) assinou nesta quinta-feira (4) decreto declara situação de emergência nas áreas afetadas por tempestade/vendaval no município.

O decreto leva em consideração o parecer técnico feito pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec).

Leia também
5 verdades e 5 mentiras sobre a APA de Aramanaí, segundo o prefeito de Belterra

Ele cita o vendaval, acompanhado de chuva, ocorrido no último dia 29 que afetou diretamente 413 pessoas na comunidade Vila Brasil, no rio Arapiuns, bem como na zona urbana do município, afetando 16 famílias e 56 pessoas diretamente.

O fenômeno natural causou danos materiais em 70% da estrutura física da escola da comunidade Vila Brasil, com perda total de mobília.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Consórcio da Petrobras e Shell vence no leilão de duas áreas portuárias em Santarém

O consórcio deve investir mais de 30 milhões de reais no município, além do valor da outorga

Consórcio da Petrobras e Shell vencem no leilão de duas áreas portuárias em Santarém, Leilão02O ministro Helder Barbalho no leilão realizado ontem, em SP

 
O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, participou na capital paulista do leilão de dois terminais portuários de granéis líquidos situados no porto de Santarém.

O leilão foi realizado ontem, 23.

Leia também
Justiça suspende certificação de madeireiras por propaganda enganosa

O resultado, cujo valor de outorga foi de R$ 68.205.212,14, representou um ágio total de 161% sobre a proposta inicial.

No total, a União deve arrecadar pelo menos R$ 100 milhões com as duas áreas portuárias de Santarém. Ao consórcio vencedor caberá investimentos de mais de R$ 30 milhões.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se rio atingir 7,10 metros, Nélio Aguiar irá decretar estado de emergência

Hoje, o nível do rio Tapajós alcançou 6,74 metros. Na enchente de 2012, chegou a 7,98 metros

Se rio atingir 7,10 metros, Nélio Aguiar irá decretar estado de emergência , Chuvas e situação da Mendonça Furtado nesta manhã de 14/03/2017Avenida Mendonça Furtado, em Santarém, sob intensa chuva hoje de manhã

 
O prefeito Nélio Aguiar (DEM) estabeleceu o critério para acionar o alarme do estado de emergência em Santarém neste ano: o nível das águas do rio Tapajós.

Se régua fluviométrica chegar ao nível de 7,10 metros, ele assina o decreto.

Nos últimos 5 anos, o nível mais elevado do Tapajós foi registrado em 2012, quando ele atingiu a cota de 7,98 metros.

Nesta terça-feira, 14, a régua alcançou o patamar de 6,74 metros.

A previsão da Defesa Civil de Santarém é que o nível de alerta para a assinatura do decreto de emergência seja atingido em uma semana.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nélio Aguiar decide hoje se decreta estado de emergência em Santarém

Nélio decide hoje se decreta estado de emergência em Santarém, Vicinal do Eixo ForteEstado em que se encontra uma das vicinais da região do Eixo Forte

 
O prefeito Nélio Aguiar deve decidir hoje, 13, se decreta ou não estado de emergência em Santarém, por conta das fortes chuvas que tem castigado o município nas últimas semanas – tanto na zona rural como na urbana.

A decisão será tomada logo depois dele fazer a leitura do relatório que lhe será entregue pela Defesa Civil.

No oeste do Pará, o município de Placas, sob o comando da prefeita Raquel Brandão, é o caso mais recente neste sentido.

Leia também
Blog revela: há outro vereador do DEM com esposa na folha da prefeitura

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Prefeita decreta estado de emergência nas vicinais do município de Placas

Fortes chuvas têm castigado o município, e afetado a trafegabilidade de todo o sistema viário da zona rural

Prefeita decreta estado de emergência nas vicinais do município de Placas, vicinal em PlacasPlacas tem quase 2 mil km de vicinais

 
A prefeita de Placas, Raquel Brandão  (PSDB), decretou estado de emergência para toda rede de vicinais do município, localizado às margens da BR-230 (Transamazônica).

O decreto, a contar do último dia 22, tem prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.

Leia também
Tribunal cobra R$ 6,6 milhões de familiares de ex-prefeito de Placas

São quase 2 mil quilômetros de estradas afetadas pelas fortes chuvas, que desorganizaram o sistema viário, provocando isolamento de moradores da zona rural.

O escoamento da produção agrícola e da pecuária, as duas principais riquezas  econômicas de Placas, está estrangulado.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na lama, literalmente

por José Ronaldo Dias Campos (*)

A interrupção/paralisação da BR-163 [Santarém-Cuiabá], com prejuízos imensuráveis à economia da região, e mesmo nacional, é cíclica, renova-se todo inverno há décadas.

Só os nossos representantes políticos e governantes não veem isso.

O asfaltamento parcial (apenas 60 km) proposto pelo DNIT não nos favorece, porquanto só chega até Miritituba, isolando Santarém e permitindo o desvio de riquezas pelo rio Tapajós, a partir de Itaituba.

O momento é de união, para exigirmos o asfaltamento da rodovia federal até a Pérola do Tapajós, aproveitando a força da mídia, especialmente da Rede Globo, que acabou de destacar o problema no “Jornal Nacional”.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Atoleiros da BR-163 no Pará causam prejuízos de R$ 50 milhões às transportadoras

Atoleiros da BR-163 no Pará causam prejuízos de R$ 50 milhões às transportadoras, BR163 - atoleiro

Prejuízos milionários e generalizados são a consequência das péssimas condições de alguns trechos da rodovia BR-163 [Santarém-Cuiabá] no lado paraense. A informação é do site Só Notícias.

O tráfego intenso de caminhões carregados de soja mato-grossense em direção aos portos do Norte do país e o excesso de chuvas pioraram a situação da rodovia em alguns pontos no Pará, antes do porto de Miritituba [município de Itaituba].

Leia também
Multinacional da França aposta no Marajó para escoar grãos do Arco Norte

Cerca de 5 mil caminhões estão parados na BR que liga Cuiabá a Santarém, e as transportadoras já contabilizam prejuízo de R$ 50 milhões, estima o presidente do Movimento dos Transportadores de Grãos (MTG) e da União do Transporte Rodoviário de Carga (UTRC), Gilson Baitaca.

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) calculam perdas diárias de US$ 400 mil com a interrupção no tráfego dos caminhões que transportam as mercadorias.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Videos
Canal direto
Canal Diteto
Prestação de Contas
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade