Preso com tornozeleira custa R$ 270,00

Um preso com tornozeleiras eletrônicas no Pará custa aos cofres públicos R$ 270,00.  Sem ela, a despesa mensal de um custodiado em um centro de recuperação é de R$ 1.350,00. Foto: Akira Onuma/Ascom-Susipe

“Amo esse pretinho”

A cantora santarena Priscila Castro confessou postou hoje, 28, nas redes sociais uma paixão que a acompanha desde criança. “Amo o pretinho”, disse, referindo-se ao acari, peixe cascudo muito comum na região do Baixo Amazonas. Foi o almoço dela.

Publicidade