Foto: Ronaldo Ferreira
Pontes construídas na Av Tapajós Foto Ronaldo Ferreira

A subida das águas começa a preocupar a Prefeitura de Saantarém

Como medida paliativa, em função do avanço das águas dos rios Tapajós e Amazonas em trechos da avenida Tapajós, a Prefeitura de Santarém, através pasta de Infraestrutura (Seminf), procedeu na manhã de hoje (29) a instalação de duas bombas às proximidades do Mercado Municipal.

Os equipamentos irão auxiliar na drenagem da água, caso o nível das águas suba acima do normal.

“Não queremos alarmar a população, mas as providências que estamos tomando são unicamente preventivas. Torcemos para que a enchente deste ano não seja igual ou superior a de 2009, mas não podemos ficar de braços cruzados apesar de sabermos que não podemos lutar contra a natureza. As bombas só entrarão em operação se houver necessidade”, explicou o titular da Seminf, Inácio Corrêa.

Outras medidas adotadas foram a de construção de pontes de acesso a algumas escadarias da orla e a interdição do trecho da avenida Tapajós que fica às proximidades travessas Senador Lemos.

A SMT (Secretaria Municipal de Transporte) também já alterou o trânsito, para mão única, às proximidades da Delegacia da Capitania dos Portos (travessas Felisbelo Sussuarana e Dois de Junho).

Segundo Inácio Correa, se for preciso, a prefeitura construirá pontes na área central de Santarém. Nas últimas semanas, o governo municipal vem reunindo com entidades representativas dos comerciantes e empresários para que haja parceria em algumas ações que possam ser executadas no centro comercial.

A Defesa Civil Municipal também acompanha a situação na região de várzea. Desde a última terça-feira, uma equipe seguiu viagem para monitorar a situação de famílias ribeirinhas.

Fonte: Prefeitura de Santarém

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

16 Comentários em: Prefeitura coloca bombas na avenida Tapajós

  • Nossa colega, tomei um tremendo suto quando li essa manchete!

  • Duas perguntas basicas: Quem é o dono dessas bombas? e quanto vai custar esse serviço “paleativo”? Se alguem souber responder, eu agradeço.

  • Alguem lembra que existiam duas casas de bombas na av. tapajos, que ao longo do tempo foram desativadas. Uma em frente a Marinha e outra em frente ao supermecado beira rio. quais eram as funçoes dessas bombas???

    • Boa nota.
      Eu lembro e que nunca foram concluídas.
      O projeto ficou inacabado.
      Na tubulação para conduzir água para o rio havia um sistema de pequenas comportas que abririam no sentido para o rio e impediriam a entrada da água.

  • Gostaria de dizer é uma pouca vergonha colocar bombas,se querem esperiência em reter a água então Maria vai pra Holanda lá eles vão ensinar melhor.

  • Quem entende um pouquinho de fisíca e se lembra do termo “vasos comunicantes”, sabe que é tirar a água do rio e por no rio. A drenagem não é compativel com a vazão do rio que invade a cidade pelas tubulações e galerias de esgotos. Não passa de marketting e enriquecimento de quem aluga essas bombas. Abra o olho população.

  • Quando vão colocar bombas na prefeitura?

  • Putz … Edynei Silva, João Guilherme ….

    Até minha neta entendeu que a função principal das bombas é evitar a estagnação da água…

    Todos sabemos o que prolifera em água parada…….

    Tiberio Alloggio

    • Nesse caso, senhor Tibério, não seria mais prático e econômico a instalação de aeradores de pás (palhetas)??…Esses equipamentos são excelentes para oxigenar e evitar que a água fique estagnada….

    • Tiberio Alloggio.
      Conte para sua neta
      O projeto dos anos 70 ficou inacabado.
      Que existiam duas casas de bombas na av. tapajós.
      Na tubulação para conduzir água para o rio havia um sistema de pequenas comportas que abririam no sentido para o rio e impediriam a entrada da água.
      Projeto do DNOS, que temos técnicos, engenheiros que estão em Santarém que participaram ativamente da obra.

  • Desculpem. Observação minha:

    É enxugar gelo.
    ou
    Carregar água em paneiro

  • Como assim torcemos Secretário… instituições competentes como a Capitania dos Portos e o SIPAM já informaram que em comparação com o mesmo período do ano passado, a o nível do rio está mais elevado.

    Técnico do SIPAM inclusive informaram que a cheia será maior que a de 2009… não podemos ficar no “torcemos”…

    • Não da pra lutar contra a natureza. Se a enchente for grande ela vai invadir a Avenida independente do governo.. Mas as bombas ajudam sim a evitar que elas fiquem paradas..

  • Desculpa, mas a solução encontrada pela Prefeituranão vai fazer “chover no molhado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *