Recuperação judicial atinge 3 empresas do grupo CR; dívidas com credores é de R$ 70 milhões, supermercado CR
Uma das unidades do CR em Santarém

Cinco empresas do grupo CR, que entrou com pedido de recuperação judicial na semana passada, estão incluídas no processo em tramitação na 4ª Vara Cível e Empresarial de Santarém, oeste do Pará.

São elas:

Simões & Duarte Ltda.
* Criada em 1991 e que tem nome de fantasia de Super Center CR, localizado na Turiano Meira.

Empório CR.
* Criada em 2010 e cujo nome de fantasia é CR Próximo, na Galdino Veloso.

Ávila & Ramalheiro Ltda
* Criado em 2010, e cujo nome de fantasia é CR Nova República, na avenida Tancredo Neves.

— E mais: Elo, Empresa de Logística do Oeste do Pará e CR Supermercados.

As 5 empresas, conforme o processo do caso, acumulam dívidas na quase sua totalidade de “empréstimos bancários”, segundo explicou ao blog o advogado da empresa, Diego Montenegro.

De acordo com o site do grupo, as unidades de supermercados CR que ele dispõe são:

  • • CR Turiano
  • • CR Mendonça
  • • CR Mendonça II
  • • CR Shopping Rio Tapajós
  • • CR Tapajós
  • • CR Galdino
  • • CR Aeroporto
  • • CR Próximo
  • • CR Nova República

As razões que levaram o CR a pedir recuperação judicial, segundo o advogado Ítalo Melo Farias, LEIA AQUI.


P.S.: Atualizado às 11h do dia 30/01/2018, para acrescentar mais 2 empresas do grupo CR que também estão incluídas no processo de recuperação judicial.

  • 100
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *