cupuaçu

Cupuaçu in natura proibido de sair de Santarém

Frutos in natura de cupuaçu e cacau produzidos em Santarém e mais 3 municípios da região (Aveiro, Belterra e Mojuí dos Campos) estão proibidos de sair para quaisquer outros lugares do país a partir de hoje (11).

A determinação, oficializada em portaria, é da Superintendência Federal do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) no Pará.

A proibição está ligada ao fato de ter sido detectado focos da praga Conotrachelus humeropictus (broca) nos frutos do cupuaçu e cacau em Belterra.

O Pará é, hoje, o 2º produtor nacional de amêndoas de cacau e o 1º na produção de frutos in natura de cupuaçu.

A medida é para evitar o proliferação da praga para outros municípios.

O Mapa declarou ainda como “área tampão” os municípios de Rurópolis, Uruará, Itaituba, Placas e Trairão. Neles, órgãos de Defesa Sanitária Vegetal irão implementar medidas para garantir a rastreabilidade e a sanidade dos frutos oriundos dessas áreas.

Técnicos da Defesa Sanitária Vegetal caíram em campo para investigar se há outros municípios no Pará onde a praga já atacou o cupuaçu e o cacau.

Leia também:
Evento vai debater saúde indígena da região.

  • 2
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *