A atual dirigente da TV Tapajós (a afiliada da Rede Globo em Santarém), Vânia Maia, tem até o próximo dia 5 de junho para resolver a questão societária da empresa, que se encontra em meio a uma batalha judicial entre os herdeiros de Joaquim da Costa Pereira.

O prazo foi fixado pela cúpula da Globo, e comunicado à própria Vânia Maia, em visita recente que ela fez à sede da emissora, para revelar a suposta participação do ex-deputado federal Jader Barbalho (PMDB) como sócio de 50% das ações da rádio e TV Tapajós.

Vânia é a inventariante do espólio do empresário santareno falecido há pouco mais de 1 ano.

Além do prazo, que tem caráter improrrogável, a Globo avisou que não aceita Jader Barbalho como sócio de sua afiliada em Santarém.

O nº 1 do PMDB paraense é um dos sócios da RBA (Rede Brasil Amazônia de Televisão), afiliada da Rede Bandeirantes no Pará. A Globo veta que o controlador de suas afiliadas detenha concessão de emissora concorrente.

Leia também:
Irmãos não reconhecem Jader como sócio.
Irmãos pedem saída de Vânia Maia do STC.
“Meus irmãos sabiam que Jader era sócio da TV”.
Caso Jader-STC denunciado no Senado.
Irmãos não podem ser sócios da Tapajós.
Veja aborda caso Jader-STC.
É ilegal.
Caso Jader-STC chega ao MPF do Pará.
“Jader cometeu ação criminosa”.
Marinor levará caso STC-Jader ao Senado.
5 perguntas sobre o STC.
STC: a série continua.
Vânia escondeu que Jader era sócio do STC.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Globo não aceita Jader como sócio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *