O Tribunal de Contas do Estado encontrou irregularidades nas contas de um convênio com a Sepof

Tribunal aplica multa e cobra devolução de R$ 1 milhão do prefeito de Itaituba, Valmir ClimacoValmir na sua diplomação como prefeito de Itaituba

 
Prefeito de Itaituba há cerca de 100 dias, Valmir Climaco (PMDB) continua colecionando notícia ruim do seu passado como ex-gestor do município.

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) acaba de publicar o acórdão (decisão) que condenou a prestação de contas de um convênio por ele firmado em 2010 com o governo estadual (Sepof).

A pena imposta a Climaco pelo TCE é a devolução aos cofres públicos de 1 milhão de reais (ou exatos R$ 1.050.573,00) – valor a ser atualizado monetariamente a partir de 2 de julho de 2010.
 
FATO CONSUMADO
 
E mais: multa de R$45 mil, “pela intempestividade na apresentação da prestação de contas”.

Tanto a devolução como a multa é fato consumado. Não cabe recurso.

Leia também
Criminalização dos trabalhadores do ouro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *