Do professor-doutor e jornalista Manuel Dutra, em seu blog, sobre o post Esgotos aameaçam Lago Verde:

Peço licença ao Jubal, com o seu dinâmico blog Agonia ou Êxtase, revelando mais agonia do que êxtase ao mostrar esse doentio ataque ao que de mais extasiante a natureza nos coloca bem perto de nossas casas, que é o conjunto de belezas de Alter do Chão. Ao Jeso, pela repercussão, e ao Celivaldo, pela foto que fala por si.

Poderíamos dizer que se trata de um tiro no pé, mas é muito mais, é um disparo contra o coração de todos nós. Um tiro suicida, pois a beleza que a natureza amazônica oferece aos nossos olhos não é somente uma questão de passatempo, mas é condição mesma de sobrevivência, já que não podemos sobreviver sem a beleza.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

6 Comentários em: Disparo contra o coração

  • A luta é grande e fico extasiado de ver a divulgação desta situação.
    Espero que a ação não fique somente nos comentários.
    Já soube que o Emanoel Júlio, da Conexão Oeste está preparando uma matéria sobre o assunto.
    Em frente!

  • É verdade não se esqueção de mostrar também toda a extenção de nossas praias só a Maria José ainda esta escapando dessas massões construidas a beira rio mesmo, se tivessemos ondas de quatro metros não sobrava uma casa.
    A fiscalização é responsabilidade de quem em.

  • na verdade nos santarenos nao merecemos as belezas naurias que temos pois nao fazemos nada ou pior fazemos muito mal a toda essas praias ainda lindas, nos falta um bom bocado de sensibilidade e educacao para merecermos uma praia como alter do chao infelizmente é a mais pura verdade nos somos porcos e queremos ficar assim.

  • Santareno, nascido na comunidade de São Braz – Eixo forte – resido hoje na região metropolitanda de Belém, minha infancia foi nessa região, Ponta de pedras, Alter do Chão, Taparí, Maria José, etc…. Viajo bastante nesta outra região do nosso Estado, nestes dias no municipio de Colares conversava com alguns estudante de turismo e via no olhar daqueles jovens satisfação e orgulho quando disseram que conheciam Alter do Chão, e assim acontece com as pessoas daqui que já conheceram nossa cidade. E eu, me sinto como todo santareno deve. Benção de Deus a todos que fizerem algo, minimo que seja, para preservar nosso patrimonio.

  • Jeso ontem encaminhei email com fotos sobre o assunto, esse problema das praias vai além, quase toda a orla, do maracanã a alter do chão, já foi privatizada. Só Deus sabe como algumas familias e politicos se apropriam das terras do município, isso merece um estudo de nossas universidades sobre a ocupação territorial em nosso município.

  • Dr Manuel Dutra, estamos precisando dos ECOLOUCOS …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *