Construtora com bens bloqueados ainda não foi notificada pela Justiça, decisão judicial

A Construtora Megacon, com sede em Santarém, ainda não foi notificada sobre a decisão da Justiça em Prainha que tornou indisponível bens da empresa em até 5,2 milhões de reais.

A decisão foi proferida há 8 dias pela juíza Karla Cristiane Nunes.

Leia também – Empresa de navegação perde autorização para explorar o trecho Santarém-Juruti.

Nesse montante bloqueado, estão incluídos também os bens da prefeita de Prainha, Patrícia Hage, e de Alacid dos Santos Pinheiro, secretário municipal de Obras.

Além do empresário Francisco Welisson de Aguiar, o Badi, sócio majoritário da empreiteira.

Eles são acusados pelo MP Ministério Público do Pará, autor da ação, de crime de corrupção (improbidade administrativa).

  • 1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *