Salada do amazonense tem elevado teor de agrotóxico

Ao consumir produtos como pimentão, cenoura, batata inglesa, alface e pepino, o amazonense está ingerindo elevadas doses de agrotóxicos.

“Esses produtos são os que mais apresentaram resíduos de produtos químicos usados pelos agricultores e devem ser evitados porque são venenos na mesa”, alertou a pesquisadora Elisa Wandelli, da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) no Amazonas, durante o 2º Seminário Contra Agrotóxicos e pela Vida, realizado ontem no auditório Senador João Bosco da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE).

Leia também:
As 10 cidades onde mais se vive no Pará.

Cenouras

A reportagem é publicada pelo jornal A Crítica.

Segundo dados de levantamentos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o pimentão é o campeão em resíduos de agrotóxicos, com 84%, seguido pela batata inglesa, com 51,9%, a cenoura tem 48,9%, e o pepino, com 32,7%.

Diante desses dados, entidades como a Rede Maniva de Agroecologia do Amazonas (Rema), Embrapa Amazônia Ocidental, entre outros, discutiram a implantação e a execução das políticas públicas relacionadas à promoção da agroecologia e da soberania alimentar em contraposição aos sistemas produtivos baseados no uso de agrotóxicos.

Senado garante Zona Franca de Manaus por mais 50 anos

Os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus estão garantidos até 2073.

É que hoje (16), depois de 3 anos em tramitação no Congresso, foi aprovada no Senado a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que estabelece esse prazo.

A matéria já foi aprovada na Câmara dos Deputados.

Nesta quarta-feira, ela também foi aprovada, pela manhã, na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) do Senado antes de seguir para votação no plenário, onde foi aprovada com folga.

Os incentivos da ZFM estão garantidos por mais 50 anos, até 2073. Resta apenas sanção presidencial para a PEC vigorar.

Leia mais em Incentivos da Zona Franca de Manaus são prorrogados até 2073; resta sanção presidencial.

Leia também:
R$ 1 milhão de ICMS para Juruti.

A briga por vagas políticas no Pará e Amazonas

Pará e AmazonasA disputa eleitoral no Pará este ano, para Câmara dos Deputados, será mais dura do que no Amazonas. Para deputado estadual, a situação se inverte.

Lá, os nomes a deputado federal são apenas 78, que brigam por 8 vagas. Cravando uma concorrência de 9,75 candidatos por vaga.

Aqui, são 191 postulantes ao cargo, com 17 cadeiras disponíveis. Concorrência de 11,24.

Para estadual, renhida é a briga entre os amazonenses.

São 24,79 candidatos por vaga. Ou seja, 595 pessoas na disputa por 24 vagas à Aleam (Assembleia Legislativa do Amazonas).

Entre eles, o santareno Sinésio Campos (PT), no ringue de mais uma reeleição.

Para a Alepa (Assembleia Legislativa do Pará), a concorrência é de 16,88.  São 692 nomes na briga por 41 vagas.

Pará e Amazonas são os dois maiores colégios eleitorais da região Norte.

O primeiro tem 5,1 milhões de eleitores; o segundo, 2,2 milhões.

Na concorrência para o governo estadual, o Amazonas tem 7 candidatos; o Pará, 6. E ao Senado, o Pará tem quase o dobro de concorrentes para a única vaga disponível: 11 contra 6.

Leia também:
Agora com R$ 70 mil, ex-vereador “zero bens” quer ser deputado estadual pelo nanico PHS.

Amazonas vai produzir cachaça de cupuaçu

A partir de 2016, o Amazonas será primeiro estado do mundo a produzir e a comercializar a aguardente de cupuaçu.

A previsão é do doutor em Química de Produtos Naturais pela Universidade do Mississipi (EUA), José Augusto da Silva Cabral, que está desenvolvendo um estudo para a produção da aguardente.

Leia também:
Sagri faz controle sanitário da broca de cupuaçu em Belterra.

O estudo recebe aporte financeiro do Governo do Estado, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), por meio do Programa de Apoio à Programa de Subvenção Econômica à Inovação Tecnológica em Micro e Empresas de Pequeno Porte (Tecnova/Finep/Amazonas).

Cachaça de cupuaçu. Foto: Érico Xavier / DivulgaçãoIntitulado “Desenvolvimento e implantação da introdução pioneira da aguardente de cupuaçu”, o projeto de pesquisa teve início em março deste ano e está na fase de ajustes técnicos quanto, entre outros, ao teor alcoólico da aguardente e práticas de produção em grande escala.

“Nas aguardentes produzidas até agora, utilizei um alambique de 20 litros, pequeno e experimental, que nos permite produzir um litro e meio por alambicada em três dias. Recentemente adquiri um alambique maior, de 200 litros, com o qual poderei produzir 30 litros por alambicada”, disse o pesquisador.

(mais…)

Boi Garantido é o campeão do festival de Parintins

Boi Garantido: Foto: Paulo Sicsu

O vencedor da edição 2014 do Festival Folclórico de Parintins é o bumbá Garantido.

A pontuação dos bumbás foi feita nesta segunda-feira no bumbódromo da Ilha Tupinambarana e somente as duas primeiras noites de apresentações foram computadas.

A noite de domingo, que encerrou o festival, não entrou na apuração porque a apresentação foi prejudicada pelo temporal que caiu sobre Parintins neste domingo.

O Garantido teve 838 pontos contra os 823,5 do bumbá Caprichoso.

Fonte: Portal do Holanda

Favoritismo de Dilma no AM sob ameaça

Blog do Sim & Não, do jornal A Crítica, no Amazonas:

Blog do Jeso | Dilma RousseffO cenário político traçado no momento indica que o PT terá dificuldade para manter sua hegemonia eleitoral no Amazonas, onde já colocou quase um milhão de votos de diferença sobre o PSDB, num eleitorado de menos de dois milhões de votos.

Em doze anos, pela primeira vez, sua base está completamente esfacelada.

Não poderá contar com o PSB, que tem candidato próprio. Dificilmente o PSD e o Pros entrarão de corpo e alma em sua campanha, mesmo que eles declarem apoio a Dilma Rousseff (foto).

Leia também:
Lira Maia num beco sem saída.

Aécio manifesta apoio à PEC da Zona Franca

Brasil 247, via Portal Flagrante

Aécio Neves - Blog do JesoCumprindo agenda em Brasília, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), encontrou o presidenciável do seu partido, senador Aécio Neves.

A visita de cortesia aconteceu no gabinete de Aécio, que além de garantir apoio total do partido à prorrogação da Zona Franca de Manaus (ZFM), fez questão de destacar a importância do prefeito no processo eleitoral deste ano.

Leia também:
Queda de endividamento do PA é a 6º maior.

As discussões para prorrogação do modelo econômico do Amazonas ainda estão acontecendo na Câmara dos Deputados.

A Proposta de Emenda Complementar (PEC) já foi aprovada em primeiro turno. Assim que for aprovada pelos deputados federais no segundo turno, seguirá para o Senado, onde também passará por dois turnos.

“A Zona Franca não é importante apenas para os amazonenses. É importante para todos os brasileiros. Nós queremos fortalecê-la e transformá-la numa grande plataforma de exportação e com a condução e experiência do prefeito Arthur Virgílio Neto. O PSDB é a favor do modelo”, afirmou o senador, durante o encontro, nesta quarta-feira (14).

Aécio ainda disse que Arthur Neto terá papel fundamental durante todo o ano, pois é referência no País e tem feito um brilhante trabalho à frente da Prefeitura de Manaus.

Leia mais em Virgílio e Aécio se unem pela PEC da Zona Franca.

Foto do dia. Bicampeão de Jiu-Jitsu

Sérgio Mubarac

O santareno Sérgio Mubárac é bicampeão amazonense juvenil de Jiu-Jitsu.

O título foi conquistado ontem (26), em Manaus.

Por ter conseguido lugar mais alto no podium, o atleta se classificou para o mundial da categoria, a ser realizado em agosto em São Paulo.

Na foto, Serginho com seus pais Rômulo e Mauraci Mubárac, logo após a conquista, com a bandeira de Santarém, levada pelo lutador ao pódium quando recebeu a medalha de ouro.

Leia também:
Vai ter copa!.

Por melhores arquitetos políticos

Arena AmazôniaArena Amazônia, em Manaus. Foto: Érico Demosthenes/Flickr

Comentário da leitora Maralice Azevedo sobre o artigo Vai ter Copa, da lavra de Wallace Sousa:

Boa reflexão de Wallace Souza.

Também fico a perguntar sobre a formosa, diga-se de passagem muito bela arquitetura da Arena Amazônia [em Manaus], que custou em média 700 milhões. A Fifa reservou para a Arena Amazônia quatro jogos na primeira fase do Mundial.

E depois da copa como será tratada a linda arquitetura, faremos o quê?

No cotidiano amazônico, vivemos grandes mazelas sociais precisamos de uma abrangente arquitetura social no campo da educação, saúde, emprego, segurança etc.

Que neste ano de eleições, embalados pela resignada alegria do povo brasileiro, possamos refletir e eleger os melhores arquitetos políticos sociais.

Leilão de linhas de energia no Pará será em maio

Linhas de transmissão 440 kv e 500 kv em Araraquara - SP, Brazil.Linha de transmissão de energia: concessão e leilão em maio. Foto: Ivo Júnior/Flickr

A Anaeel (Agência Nacional de Energia Elétrica) marcou para o próximo mês de maio (dia 9) o leilão para contratação de concessões para o serviço público de transmissão de energia elétrica de várias linhas em território paraense.

Entre os municípios a serem beneficiados, estão Juruti, Rurópolis, Altamira e Oriximiná.

Leia também:
Cimento, fábrica, calcário… e a energia?.

O leilão será realizado em São Paulo, pela BM&FBovespa.

O prazo da concessão é de 30 anos, a partir da assinatura do contrato, prorrogável por igual período. Nos serviços, estão incluídos também a construção, operação e manutenção das instalações de transmissão.

No Leia Mais, abaixo, confira as linhas previstas para o Pará e Amazonas.

Todas as linhas leiloadas irão integrar a rede básica do Sistema Interligado Nacional (SIN).

Blog do Jeso com informações do Jornal da Energia

(mais…)

Página 1 de 2012345...Última »
css.php