Rádio Comunitária

Rádio Alternativa, de Alter do Chão. Foto: Sávio Carneiro

por Sávio Carneiro (*)

A Rádio Comunitária Alternativa (87,9) da vila balneária de Alter do Chão, foi fechada por fiscais da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Equipamentos e transmissor da emissora, que funciona numa sala no centro comunitário da vila, foram lacrados.

A rádio é legalizada junto à Anatel, mas estaria funcionado sem a licença de funcionamento. A diretoria da rádio já está tentando resolver o mais rápido possível esse problema.

O fechamento da rádio ocorreu depois de uma denúncia feita pelos próprios moradores de Alter do Chão.

Segundo um dos responsáveis pela emissora, o problema ocorreu depois de um mal entendido entre a rádio os moradores de um bairro da vila.

Leia também:
Rádios AM poderão virar FM.

  • 6
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

7 Comentários em: Anatel fecha rádio comunitária de Alter do Chão

  • Por ser briga entre indígenas, o cacique já convocou a Funai para resolver o impasse.

  • A anatel deveria fechar a VIVO, OI, CLARO, TIM

  • Espero que reabra logo, radio muito boa

    • A Alternativa tem um bom repertório musical. Quando em Alter do Chão, sempre sintonizo na emissora, para fugir da mesmice que assola na nossas FMs urbano-santarenas.

  • Caro Jeso,

    A notícia é uma espécie de “percurso do acidente”, em se tratando de políticas públicas de comunicação do governo Dilma Rousseff. Essa é, definitivamente, uma área que andou pra trás, mano. Nem FHC, tampouco Lula e agora Dilma conseguiram enfrentar os barões da mídia (e sua poderosa bancada no Congresso Nacional). A Anatel hoje é mais retrógrada que nos tempos do governo FHC, sejamos justos.

    Desde o primeiro governo Lula, os homens que “ocuparam” o ministério das Comunicações sempre fizeram o jogo aberto dos empresários do setor, suprassumo do atraso e do conservadorismo. Primeiro foi Hélio Costa, ex-repórter e homem de confiança da Globo; depois, veio Miro Teixeira, líder da bancada do empresariado das telecomunicações no Congresso. Agora a tragédia se completa: o burocrata Paulo Bernardo, bancário de profissão, é o homem errado no lugar errado e tem feito lambança em cima de lambança no setor. Seu canal de voz é o arqui-conservador jornal O Estado de S. Paulo, para onde ele sempre corre cada vez que há um debate envolvendo as entidades que lutam, historicamente, por políticas democráticas de comunicação, incluindo especialmente a ampliação dos espaços das legítimas emissoras comunitárias (rádio e TV).

    Digo legítimas, porque o desserviço prestado por Lula (e não estancado ainda pelo governo Dilma) foi o de transformar as Rádios Comunitárias (RADCOMs) em um canal de políticos e do proselitismo religioso, que conseguem sempre a outorga do Estado para operar os canais comunitários. Em suma, na área da comunicação, o governo federal é de um atraso monumental.

    Todo apoio à rádio comunitária de Alter do Chão.

    Samuca

    • Aplauso, Samuca. Cirúrgica análise de um setor que, como você bem frisou, tem andando pra trás.

  • TEM QUE FECHAR MESMO ESSAS COMUNITARIAS…IRREGULARES EM DOURADOS- MS MESMO TEM UMA COMUNITARIA CHAMA-SE 87,9 GIDEÕES DO CANAÃ …É UMA TROCAÇÃO DE DONOS…ELA JA MUDOU 3 VEZES DE ENDEREÇOS… ESTA NO PARQUE DAS NAÇÕES 2..E AI? ANATEL OQUE VCS PRETENDEM FAZER COM ESSA RÁDIO??…ELA ESTA ATRAPALAHANDO AS ONDAS DE OUTRAS EMISSORAS….ESTA EM NOME DE LEONÇO É MUITO FACIL ENCONTRAR ELA…´GIDEÕES DO CANAÃ SITUADA EM DURADOS-MS…QUEME STA NA FRENTE É UM HOMEM CHAMADO ADILSON MOURÃO TEM APELIDO DE CABELO…É ENVOLVIDO EM POLITICA EM DOURADOS.. E COLOCARAM UM LARANJA COMO DIRETOR DA RADIO…ESSE AQUI É O ENDEREÇO OFICIAL DA RADIO: RUA PROJETADA 3,Nº 125 Vila São Braz Dourados-MS 67-3428-1163 ….MAS ELA NÃO SE ENCONTRA MAIS NESSE ENDEREÇO…MAS NO PAPEL SIM DA ANATEL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *