Família quer vender a rádio e TV Tapajós, afiliada da Globo em Santarém
Prédio da rádio e TV Tapajós em Santarém, Pará

Os herdeiros do milionário patrimônio deixado por Joaquim da Costa Pereira querem vender a joia da coroa do espólio do empresário santareno, morto em janeiro de 2010 aos 80 anos.

O STC (Sistema Tapajós de Comunicação) — que reúne rádio e TV Tapajós, afiliada da Rede Globo em Santarém (PA) — é a joia e, ao mesmo tempo, pomo da discórdia entre os 6 irmãos com direito líquido e certo aos bônus e ônus da emissora.

A venda foi colocada à mesa. Mas empacou no veto de um dos herdeiros, Nivaldo Pereira, contrário, pelo menos por enquanto, ao negócio, cujas cifras não foram reveladas.

 

A cota do STC de cada um dos herdeiros é caso ainda insolúvel e que tramita na Justiça desde a morte de Costa Pereira.

Compradores interessados na emissora — e há muitos — terão que ter consciência do imbróglio judicial, que envolve até o senador reeleito Jader Barbalho (MDB), pai do atual governador do Pará.

Para Nivaldo, a venda “é um blefe”, “uma artimanha”, com recheio de interesses inconfessáveis.

Quem são os herdeiros

— Vera Ilma Soares Pereira.
— Nivaldo Soares Pereira.
— Joaquim da Costa Pereira Filho.
— Vânia Suely Pereira Maia.
— Donaldo Soares Pereira.
— Joaquim Manuel Cardoso Pereira.

— LEIA também sobre a emissora: Prejuízo acumulado da TV Tapajós, afiliada da Globo, chega a quase R$ 1 milhão

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Família quer vender a rádio e TV Tapajós, afiliada da Globo em Santarém

  • Eu acho muito triste acabar com relíquia d tantos anos q foi construída com muito esforço e amor por anos pelo seu Joaquim da Costa Pereira,, discussões em família sempre tem mas deveriam ver q tá em jogo uma coisa valiosa p a cidade q é a emissora e deveriam refletir sobre tal…espero q resolvam a solução dos problemas e acabem tudo bem

  • Vende logo enquanto é tempo, a TV tradicional está falindo.

  • É bom vender logo devido esse
    Prejuízo acumulado da TV Tapajós, afiliada da Globo, chega a quase R$ 1 milhão.
    Antes da falência

  • Demorou. Isso era previsível não somente pela grave crise econômica,recessão que o Brasil vive,mas principalmente por causa da BRIGA entre os irmãos. Seu Joaquim e Da. Vera devem estar chorando muito no céu por ver tanta desunião. Os irmãos herdeiros se conseguissem superar suas diferenças, se fossem unidos,um ajudando ao outro,conseguiriam superar qualquer colapso econômico do Brasil , e o que fosse! Manteriam ou melhor , até multiplicariam o que receberam como herança. Estão em pecado grave, brigando entre si; estão enricando seus advogados pois estes não são nada baratos,claro! Estão querendo se desfazer de seus bens desnecessariamente , sim pois nada disso seria necessário se conseguissem sentar,conversar SÓ ENTRE ELES pois além de serem irmãos, são todos adultos… e resolver tudo ! Além de alcançarem as bênçãos divinas conseguiriam superar JUNTOS todos os desafios que fazem parte da vida de qualquer pessoa, inclusive ,seja ela física ou jurídica . Enquanto ficarem ouvindo seus egos e gente mercenária, vão continuar brigando e vendendo tudo. Se ouvirem CRISTO,tudo mudará para melhor, muito melhor . PS: Acredito que a TV tradicional não fali, essencialmente onde a educação,a cultura e a renda do povo é delicada. A dinâmica da TV tradicional que tem que evoluir .

  • Isso é uma triste realidade que acontece qndo um pai que constrói com tanto carinho um patrimônio que doa a vida pelo seu trabalho, mais aí vem o pior em vez de criar os filhos para junto de si trabalhar e ajudar o pai na construção ao longo do tempo, acontece isso vem como gafanhotos devorando tudo, tudo por causa do dinheiro em vez de criar filhos se criou herdeiros….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *