No Diário Online
Procuradora do Pará. Graça Azevedo

Graça Azevedo venceu a eleição e foi nomeada por Jatene

Com o falecimento da recém nomeada procuradora de Justiça do Ministério Público do Estado, Maria da Graça Azevedo da Silva, ocorrido no início da noite de ontem, 28, na PA 234, à altura do KM 30, próximo ao município de Nova Timboteua, nordeste do Pará, restam dúvidas de quem será o substituto que assumirá o cargo para o biênio 2013-2015.

O decreto do governador Simão Jatene publicado no último dia 20 de dezembro, foi a partir da eleição realizada no último dia 7.

Dois procuradores também estavam na disputa pelo pleito. Marcos Antônio Ferreira das Neves e Jorge de Mendonça Rocha foram os nomes que completavam a lista tríplice.

No regimento interno do Ministério Público do Estado, o procurador não obrigatoriamente deve ser nomeado de acordo com o resultado das eleições pelos membros do órgão e sim de acordo com a nomeação do governador.

O governo do Estado ainda não se pronunciou oficialmente de como será feita a escolha do novo procurador de justiça do Pará.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Número 1 do MP do Pará morre em acidente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ola Amigo estou li convidando para conhecer

    O BANNER PUBLIQUE, Um sistema de Troca de Banners, totalmente GRATUITO, onde o site cadastrado tem seu banner divulgado nos outros sites que compõem a rede de membros. Trata-se de uma forma de divulgação inteligente e sem nenhum custo.

    se você tem algum interesse em conhecer com mais detalhes visite nosso site https://www.bannerpublique.com.br

    Atenciosamente: Lazaro Cardoso

  • Rodrigo disse:

    Vai acabar escolhendo o segundo ou terceiro lugar, o que é injusto, visto que a eleição da Dra. Maria da Graça mostrou justamente o descontentamento de quem a elegeu com a atual administração superior do órgão, do qual os dois fazem parte…
    Que descanse em paz.